O Corvo: poema da auto-tortura

souzacampus-percepcao03.png

O Corvo, 2003.

Óleo sobre MDF, 1,80 x 2 m.

Ensaios Antrópicos: Percepção.

(…)I”Prophet!” said, “thing of evil! — prophet still, if bird of devil!
By that Heaven that bends above us — by that God we both adore–
Tell this soul with sorrow laden if, within the distant Aidenn,
It shall clasp a sainted maiden whom the angels name Lenore —
Clasp a rare and radiant maiden whom the angels name Lenore.”
Quoth the Raven, “Nevermore.”(…)

The raven, 1845, Edgar Alan Poe.

ES

Publicado em paintings. 2 Comments »

2 Respostas to “O Corvo: poema da auto-tortura”

  1. eliza Says:

    Alucinante!!!!!!!!!!!!!!
    o…de uma olhada de novo no elizamarx.blogspot.com
    coloquei estudos e desnhos novos!!!!!
    beijooooooooo

  2. raphael Says:

    eu acho a tortura uma coisa muito ruim


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: